quinta-feira, 30 de maio de 2013

A MODA TECNOLÓGICA É NÃO USAR TECNOLOGIA

Para você, que gosta de estar antenado nas novidades e tendências tecnológicas, saiba a nova: não usar tecnologia. Segundo uma matéria publicada pelo New York Times, muitos usuários e profissionais da área de tecnologia (TI) estão se afastando dos gadgets e computadores para reviver um estilo de vida mais analógico.

Em meio a uma infinidade de meios digitais, pessoas como o escritor Robin Sloan estão se desconectando de suas vidas dependentes em tecnologia, aposentando smartphones conectados para ficar apenas com um celular, tomando notas em um bloco e lendo livros em papel.

Sloan, que mora em São Francisco, já foi gerente de mídia no Twitter e estrategista de conteúdo digital em diversas empresas jornalísticas, apostou em uma vida menos dependente da internet, que segundo ele, estava afetando a sua produtividade.

“Notei que seria mais produtivo para mim passar o dia pensando em nada específico e anotando minhas ideias", explicou Sloan, ao contar como conseguiu o tempo e concentração para escrever seu primeiro livro.

"Eu precisava destes minutos de ócio para contribuir para a história que estava fazendo, e não lendo e-mails ou tweets", explicou. Ele ainda checa seus e-mail todos os dias, mas não o tempo todo.

E segundo aponta a reportagem do jornal norte-americano, outros profissionais do Vale do Silício estão seguindo esta tendência. São decisões pontuais, e não uma ruptura total: usar menos os smartphones, desligar a wi-fi à noite e em finais de semanas. Ler jornais e livros em papel e não em tablets.

Quem também se juntou a essa tendência é o fundador do Pinterest, Evan Sharp. Uma vez por mês, ele e a esposa dirigem até um local onde o sinal do telefone não funcione direito e passa o final de semana lá.

“Nós lemos, fazemos caminhadas, cozinhamos e conhecemos pessoas que não trabalham com tecnologia", explica.

Outros casais, para não deixar os aparelhos interferirem na relação, estabelecem regras de não levar tablets ou notebooks para dentro dos quartos, ou de passear sem levar seus smartphones junto.

Até no boteco, a regra se aplica. Um jogo popular para controlar os mais viciadinhos nos gadgets tem uma regra simples: ao chegar no bar com os amigos, todos precisam colocar seu smartphone em uma pilha no meio da mesa, e só é possível pegá-lo de volta na hora de ir embora.

Para quem quebrar a regra, a penalidade é ter que pagar a conta da mesa toda. Hora de repensar se ver os e-mails é tão importante assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário